“Meu mundo saudades.”




Amo à distância, respiro a pura ânsia de ter perto de mim.
Sem você... noites sem fim,com dias assim...cinzas sobre mim.



E o que bate não é a dor da vontade,
É a fome da saudade de viver o que ainda não vivi.
Meu bem querer sagrado em mim... me faz feliz!
Mesmo que seja assim... Com toques sem sentir,
Tuas escritas me fazem explodir, preenchendo a falta que sinto de ti.


Ah! Deixei você ir... Entre sonhos sobrevivi sem teu olhar me perdi...
Não pude impedir... meu coração grita por ti...eu posso ouvir...



Numa ausência sentida por cada despedida,
O amor que antes eu desconheci... hoje mora em mim,
Me beija e me cala, me alimenta e me fala...
No sentir sem saber de onde vem tanto querer,
Ah!Minha vida.Preciso dizer: "Eu amo você!"





domingo, 12 de fevereiro de 2012.

Meu Vinho Humano


Quero tecer o pavor na minha teia
Ao prender, indefesa, a sua alma
Um prisioneiro na minha cadeia
E eu sou a platéia que aplaude...

Degustando o sabor da tua veia
Sufocando-o num canto escondido
Desesperado tu gritas, esperneia...
E eu transformando-o no meu absinto...

Meu vinho humano, meu vício!
Um capricho ao meu critério
Depois de morto (oh que disperdício!)
Serás mais um no meu cemitério...


autoria: lady Morphyna

Comentários:

Postar um comentário

 
Horas passadas, Horas mortas... © Copyright 2010 | Template By Mundo Blogger |